CÓDIGO DE ÉTICA DO PSICOLOGO

Como em toda profissão, a categoria dos psicólogos também é regida por um código de ética.

Criando em 15 de agosto de 1987, esse código visa coordenar normas e condutas de agir do psicólogo.

Com base nisso, analisaremos os principais pontos acerca do tema.

O QUE SIGNFICA A PALAVRA ÉTICA?

Primeiro, devemos entender o real significado da palavra ética, para depois analisar a sua importância.

A palavra ética, é uma palavra da língua portuguesa que se forma de dois termos gregos muito semelhantes, tanto na sua pronúncia, quanto no seu significado, mudados apenas na língua português por um sinal na letra e.

Éthos significa um costume ou um hábito; entendidos de maneira meio superficial como uma forma de exteriorização do comportamento;

Já êthos tem um significado bem mais amplo e completo: um lugar ou uma pátria que que rotineiramente se vive e apresenta um carácter habitual do indivíduo.

E o carácter habitual pode ser tanto na maneira de ser, como na maneira de pensar.

Desse modo, o indivíduo ético poderia querer se dizer pelo seu modo ou como a sua forma de vida, no sentido mais profundo da palavra, compreendendo as disposições do homem na vida, o seu carácter, seus costumes e, principalmente, a sua moral.código de ética da psicologia

QUAL A IMPORTÂNCIA DO CÓDIGO DE ÉTICA NA PSICOLOGIA?

O código de ética é um conjunto de leis compiladas (as vezes oficiais, outras informais) que dão um norte a cada pessoa dentro do seu grupo social. Por isso, cada setor apresenta o seu código de ética, como uma forma de impor ao seu grupo quais regras ou quais ações podem ou não ser cumpridas.

A ética é um princípio de grande valor dentro da profissão e realizada da forma certa traz benefícios tanto para aquele que a está pondo em prática, quando para o outro que está recebendo-a. Portando, esse instituto faz com que o profissional veja em seu cliente/paciente uma pessoa que procura compreensão, uma orientação e principalmente uma ajuda.

A principal obrigação ética e moral na profissão do psicólogo é ter a pela consciência de que o mesmo exerce na vida do seu cliente um poder e uma influência que irá refletir no indivíduo em si, na sua casa, no seu casamento, na sua empresa, no seu grupo social/comunidade. Deve-se então pautar como é importante ser ético no exercício da profissão.

É claro que devemos observar que muitos dos indivíduos não cumprem sua real fundamentação, apenas visam na sua profissão o objetivo de ganhar benefícios financeiros. Mas esses não devem ser ditos como exemplos, apenas como o mau fora da linha.

QUAIS OS PONTOS FUNDAMENTAIS NO CÓDIGO DE ÉTICA DO PSICOLOGO?

O profissional que traz consigo a ética já demonstra uma certa credibilidade perante os demais, e possui muito mais chances de crescer profissionalmente devido a honra e o respeito em que leva sua profissão.

Ou seja, é através da disciplina que o profissional exerce seu trabalho de maneira mais funcional, produtiva e com uma ascensão a um plano de carreira.

ética piscicologo

E se por acaso existam irregularidades no seu exercício profissional, caberá aos órgãos responsáveis a sua devida punição ou exoneração, pois está prejudicando o cidadão que ao mesmo tempo é um consumidor daquele serviço.

O profissional da psicologia deve levar consigo os valores presentes na Declaração Universal dos Direitos Humanos como liberdade, integridade, dignidade. Além de que evidenciar a ética traz destaques para o mesmo que deve apresentar como fundamentos os seguintes pontos:

  • O seu serviço deve ser exercido em condições dignas de trabalho.
  • É proibido a publicação de documentos que não tenha fundamentação técnica e científica.
  • A psicologia deve zelar pela saúde, qualidade vida, e lutar contra qualquer discriminação, crueldade ou violência.
  • As punições nos casos de desrespeito ao código de ética podem ser desde advertências, multas e até a extinção do serviço profissional.
  • É estritamente proibido que o psicólogo use dos seus conhecimentos para promover tortura, castigos ou praticar qualquer tipo de violência.
  • É vedado ao psicólogo a utilização de meios de comunicação para se promover profissionalmente, assim como divulgar sua profissão de maneira sensacionalista.
  • O sigilo é a base fundamental da profissão, pois é através dele que se protege a integridade e confidencialidade na relação paciente-doutor.
  • No caso de atendimento de crianças e adolescentes, o mesmo só poderá ocorrer se existir autorização do responsável legal ou de alguma autoridade que seja competente.
  • É obrigação do psicólogo sempre aprimorar seus estudos para contribuir da melhor forma para o desenvolvimento da psicologia.
  • É obrigação dos professores nas graduações de psicologia orientar seus alunos sobre o código de ética do psicólogo.
  • É estritamente proibido que o profissional seja conivente com qualquer prática contrária ao estabelecido no código de ética, ou seja, é possível que ele revele qualquer ação de negligencia, discriminação ou contrária aos valores, que souber de outro profissional da área.
  • E por fim, não é ético por parte do psicólogo atender paciente que sejam oriundos da sua relação pessoal ou familiar.

Gostaram das informações apresentadas? Em caso de dúvidas, nos mande sua pergunta, pelos comentários abaixo ou por e-mail.