ÉTICA E FILOSOFIA: Qual a relação?

É nítido o gigantesco elo que existe entre a ética e a filosofia. É possível então, observar essa ideia pelos conceitos de ética que se formam através de entendimento filosóficos, como; liberdade, valor, consciência, sociabilidade e etc.

Ou seja, a ação humana é formada de preceitos éticos sobre os valores positivos e qualidade humanas, onde a filosofia traz a ideia de justiça e direito para um convívio pacífico em sociedade.

Com base nisso, falaremos agora sobre ética e filosofia; como andam juntas e qual o seu papel para a sociedade na qual vivemos.

ÉTICA E FILOSOFIA NA VIDA EM SOCIEDADE

Para falarmos sobre ética é preciso começar pelo seu conceito filosófico, ou seja, é uma área que investiga o comportamento dos seres humanos, suas relações, considerando suas ideias de valor, virtude, moral, justiça, dever, responsabilidade, normas morais e etc.

Na teoria filosófica a ética funciona como um estudo das ações individuais de cada cidadão, que tem como finalidade elaborar orientações normativas para os outros cidadãos com ações humanas destinadas ao bem comum.

As reflexões que são oriundas da ética possuem aspectos da vida pública e da existência humana. Essas reflexões são ligadas ao poder, a cidadania, ao direito, a política, além de possuírem aspectos da vida privada, analisando assim questões de foro íntimo, morais e as condutas e escolhas que cada individuo faz em seu cotidiano.

Porém, as respostas filosofias mudam de acordo com o tempo e o espaço em que nascerem, além de que envolve a posição de indivíduos que possuíam meios culturais distintos. Mas a base deles sempre foi investigar o que leva um grupo social a se questionar sobre valores e questões, sem ignorar que, os significados atribuídos a eles são diferentes.

etica

PENSAMENTOS FILOSÓFICOS NO DECORRER DOS SÉCULOS

Como a Ética e Filosofia são intrínsecas em seu funcionamento, é importante falarmos sobre a segunda parte.

Os antigos filósofos pautam a existência humana em sociedade, o intuito de procurar o bem e a felicidade, que só podem ser alcançadas através de condutas íntegras.

Para Sócrates, o pai da filosofia, as questões éticas de um homem eram vo ltadas para atitudes racionais que realizam o bem, compreendendo a essência de justiça, prudência, coragem e etc.

 

Pode-se dizer que a ética dos antigos filósofos possui pelos menos dois aspectos; o agir consoante a razão e a união da ética com a política.

A ética funciona como uma maneira de educar o sujeito moral com a finalidade de proporcionar a harmonia entre todos os indivíduos e seus valores coletivos.

Com base nisso, os primeiros filósofos cristãos buscavam conciliar fé e razão como instrumento de análise e reflexão.

A partir dessa ideia, é que surge a filosofia no campo da ética cristã, como uma tentativa de justificar os princípios e normas do comportamento humano, com base na lei divina revelada pelas Sagradas Escrituras, criando então uma disciplina específica, a teologia dogmática.

Assim como era definido por alguns filósofos como Sócrates e Platão, outro importante filosofo da idade média, Santo Agostinho, pensava em como um homem devia voltar a sua interioridade para o encontro com Deus e a sua verdadeira essência. É partindo dessa visão que Agostinho cria alguns conceitos fundamentais baseados na ética cristã.

E partindo desse pensamento de Agostinho, São Tomás de Aquino (outro filosofo importante) tenta aproximar a fé e a razão usando pensamentos aristotélicos como base para a sua filosofia, refletindo que uma conduta ética é aquela na qual o agente que a está praticando sabe o que pode e o que não pode realizar, fazendo então um paralelo entre o que é possível e o que pode ser realizado pelo indivíduo.

Já na sociedade civil, os problemas são aqueles ligados ao trabalho e a propriedade. Porém, o desemprego, o trabalho escravo em condições humilhantes, a falta de emprego não são problemas éticos. Os problemas éticos do Estado são bem mais ricos e complexos.

O indivíduo só possui liberdade em seu Estado, devido ao próprio Estado ser livre e possuir normas como leis, constituições, declaração de direitos, divisão de poderes que evitam abusos e etc. São essas as questões éticas e fundamentais de um Estado.

filosofia

CONCLUSÃO

Com base em todas essas reflexões filosóficas do ponto de vista dos filósofos ao longo dos séculos, ficou mais claro entender a ética e filosofia como sendo  elementos indispensável para a vida em sociedade.

Pois os indivíduos são formados de valores e princípios que estão relacionados a formação do seu caráter no que se diz a respeito de suas condutas.

Apesar de cada um buscar a sua fundamentação para explicar essa relação.

Mas, é nítido o entendimento de que a filosofia e a ética estão intimamente ligadas ao comportamento do homem.

Espero que tenha ficado claro a relação entre ética e filosofia. Deixe seu comentário abaixo, ou saiba mais sobre o que é ética.