Saiba mais sobre Ética imobiliária

A ética imobiliária é o conjunto de códigos e normas que servem como norte para todos que são corretor de imóveis. É com essas leis e morais que aqueles que realizam essa profissão deve se guiar, para serem pessoas éticas.

Apesar de possuirmos uma ideia do que seriam essas normas, e os valores morais que permeiam essa profissão também podem ser dividas com inúmeras outras, existe uma lei especifica:

LEI Nº 6.530, DE 12 DE MAIO DE 1978.

Regulamento

Dá nova regulamentação à profissão de Corretor de Imóveis, disciplina o funcionamento de seus órgãos de fiscalização e dá outras providências.

E um decreto: 

DECRETO Nº 81.871, DE 29 DE JUNHO DE 1978.

Regulamenta a Lei nº 6.530, de 12 de maio de 1978, que dá nova regulamentação à profissão de Corretor de Imóveis, disciplina o funcionamento de seus órgãos de fiscalização e dá outras providências.

E por mais importante, temos o código de ética do profissional dos corretores de imóveis, previsto na RESOLUÇÃO-COFECI N.º 326/92.

Com elas, não falamos só dos princípios morais que temos como sociedade, de sermos honestos e sempre procurarmos agir do principio de um bom valor moral e ético, mas também falamos de leis positivadas que devem ser cumpridas, com possibilidade inclusive de penalidades.

Elas declaram claramente como deve ser o comportamento da profissão de corretores de imóveis em todo o território brasileiro, o que caracteriza este trabalho e todas as normas que os mesmos devem seguir no exercício da profissão e principalmente o que é ética imobiliária.

Primeiramente vamos se debruçar um pouco sobre a ética imobiliária presentes na Lei e no Decreto, depois falaremos nos princípios éticos em gerais, que apesar de não estarem positivados, ainda devem ser seguidos para todos os corretores que desejem ser conhecidos como pessoas éticas e de boa índole.

etica corretor de imóveis

Ética imobiliária na lei:

O código de ética imobiliária ou código de ética do corretor de imóveis tem como função criar um norte para o trabalhador no exercício de sua profissão, colocando como ponto principal a defesa dos interesses de quem lhe confiou, zelando pelo prestigio de sua classe e o aperfeiçoamento da técnica das transações imobiliárias.

No Art. 3° da RESOLUÇÃO-COFECI N.º 326/92., podemos ver a importância que o código deu para que o corretor imobiliário não pratique nem deixe-se praticar atos que comprometam sua dignidade, colocando como honestidade o ponto ponto chave de todos sua ética.

Compreende também a importância de prestigiar sua própria classe, contribuindo com colegas e seu conselho com iniciativas que elevem o grau da mesma, exercendo sempre sua profissão com zelo e dignidade com valores éticos e morais.

Em relação ao seu cliente, é obrigação do corretor sempre conhecer por totalidade o negocio antes de apresenta-lo, e ao apresenta-lo o fazer com dados obrigatoriamente corretos, sem omitir nenhuma informação, além de demonstrar que possíveis riscos que compreende a compra ou venda do mesmo.

Sendo obrigado também a recursar qualquer transação que entenda por ilegal ou imoral. 

Importante destacar que o código de ética imobiliária só permite que o corretor receba comissão de uma das partes na venda, a não ser no caso em que as duas partes tenham conhecimento do pagamento e mesmo assim desejem-o fazer.

eticaemoral

O que é Vedado na de ética imobiliária?

O Código de ética imobiliária proíbe que o corretor de imóveis receba trabalhos em que não está preparado para realiza-los ou que claramente fogem dos princípios gerais das leis brasileiras, sabendo o mesmo que trata-se de fraude.

Proíbe também de receber valores superfaturados ou que conhecidamente saiba-se que não prestou. Interessante destacar que infelizmente há casos em que corretores acabam por não prestar nenhum serviço relevante ao cliente e por cobrar por isso, no entanto, o código de ética proíbe claramente em seu Artigo sexto.

Não é permitido também que se “roube” cliente de outro corretor, sendo necessário sempre a honestidade e transparência em suas relações.

Por fim, veda-se também abandonar clientes no meio de suas transações, simplesmente porque não visualiza mais lucro na operação, sendo necessário que haja com lucidez na hora de interromper o trato com seus clientes.

Entende-se então que a ética imobiliária é de extrema importância não só para quem exerce a profissão, mas para toda a sociedade.etica imobiliaria

E a ética imobiliária que não está previsto no código?

Apesar de o código de ética imobiliária ser bastante extenso, e compreende boa parte de toda a necessidade de comportamento desejado pelos corretores, com a infinitude de relações humanas e suas milhões de possibilidades, nem tudo que acontece pode estar previsto literalmente ou positivado no código.

Para isso que precisamos conhecer um pouco mais da ética. Com ela, poderemos sempre usar como norte, e ter certeza que todas as futuras decisões são baseados em valores e morais de primeira linha.

Primeiro, o corretor antes de tudo, deve-se perguntar se sempre está sendo claro e honesto com seu cliente, se o desejo dele está acima de sua busca por lucros. Esse é o fator principal que deve ser respeitado por todos que exercem essa importantíssima profissão.

Segundo, repito novamente, é importante que saiba decorado todo a ética imobiliária, previsto em seu código, positivado na lei.

Terceiro, deve-se colocar a honestidade como valor supremo, e o respeito aos seus colegas de profissão, não realizando atividades escusas que possa comprometer o colega.

É importante que não apenas apontemos os dedos para os corruptos que estão no poder e roubam milhões dos bolsos do estado, é de suprema urgência que tratemos de procurar ser honesto em todas as nossas relações.

Ao longo do caminho, isso trará mais lucro, além de ser sempre bem visto e respeitado aonde chegar.